Geléia Real

Geléia real é uma substância segregada pelas glândulas mandibulares das abelhas obreiras jovens (nutrizes) em um momento específico de suas vidas: entre 04 e 12 dias de vida.

Sua aparência é viscosa, de cor branca cremosa ou amarelo ouro pálido, com uma composição que apresenta algumas diferenças, embora não muito acentuadas aparentemente, dependendo da espécie das abelhas que a produz, bem como, da sua finalidade na colméia: como ser o alimento de larvas de obreiras, zangões, larvas de rainhas e de rainhas adultas.

Sua obtenção é muito trabalhosa (e sua venda de preço muito elevado) devido à baixa porcentagem de sua produção na colméia. Apenas as abelhas rainhas a recebem exclusivamente como alimento ao longo de suas vidas, enquanto as outras abelhas a recebem apenas durante os primeiros três ou quatro dias em seu estado larval.

As extraordinárias qualidades nutricionais da geléia real são a fonte de grande fertilidade da abelha-rainha: é capaz de colocar de 2.000 a 4.000 ovos por dia, com um peso total superior a ela mesma. Também lhe dá uma enorme longevidade: enquanto a média de vida de uma abelha operária varia entre 30 e 40 dias para um máximo de três meses, a rainha pode viver até 06 anos.

A geléia real oferece ao ser humano, tanto em estado puro (de melhor qualidade) como mesclado ao mel, ou em ampolas potáveis preparadas para fins medicinais, a função restauradora nos estados de debilidade física ou psicológica. Deve ser mantida refrigerada, salvo nos casos de ampolas preparadas a partir do processo de desidratação por liofilização, podendo permanecer em temperatura ambiente média.

A geléia real contém propriedades energéticas. É constituída por cerca de 65 e 70% de água, 4.5 e 5% de gorduras, cerca de 1% de cinzas, 11 e 14% de proteínas e 11 e 16% de hidratos de carbono. A geléia real é caracterizada pela sua riqueza em vitaminas. Tem um fator antibiótico (ácido 10-hidroxidecenóico), diferente do pólen, ativo contra várias bactérias e fungos.

O uso de geléia real é também aconselhado em casos de fadiga, stress, depressão, anemia, pois permite uma recuperação das forças pelo aumento do apetite. Seu uso parece ter melhores efeitos em crianças e idosos, não provocando dependência. Tem também um efeito positivo nos distúrbios provocados pela menopausa.

Regulariza ainda as funções do sistema nervoso e cardiovascular, aparelhos respiratório e digestivo, rins e fígado. É também indicado como regulador hormonal, rejuvenecedor e afrodisíaco.

Fonte: www.apitox.eu

Clique aqui para voltar

             • Lageado – São Paulo – SP - Contato: (11) 2961.8942 | 7614.5491

• Vila Formosa – São Paulo – SP - Contato: (11) 8169.5717
Abelha Saúde - © Todos os direitos Reservados
Site desenvolvido por